Pesquisar este blog

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Poema para as Mães

Escrito por meu pai, João Ribeiro Júnior.

 

HOMENAGEM ÁS MÃES
                       
                                                                                              JOÃO RIBEIRO JUNIOR

O VOSSO AMOR, Ó MÃES, É INDULGÊNCIA,
 É SOMBRA, É ABRIGO,
É SALVAÇÃO À BORDA DO PERIGO,
É A MÃO SOBRE NÓS, DA PROVIDÊNCIA.
É  SOL AMIGO
É AGASALHO.
 É A ÁRVORE DA VIDA.
É TUDO QUANTO AQUI EU NÃO CONSIGO
EXPRIMIR O QUE ELE É NA SUA ESSÊNCIA.

Ó MÃES! VÓS SOIS COMO A ÁRVORE QUE FLORESCE
FLORES, TRATADAS COM CARINHO,
ORVALHADAS PELAS LÁGRIMAS DA ALEGRIA,
E PELO CALOR DE VOSSA MISSÃO.

Ó MÃES! VOSSA HUMILDADE É INFINDA
ACEITAIS TUDO QUE A VIDA OFERECE
SORRINDO ATÉ  NA DOR
NA ROGATIVA DA PRECE.

Ó MÃES! COMO SOIS SUBLIME, EM  VOSSO SOFRER
COMO SOIS SUBLIME EM VOSSA ALEGRIA
Ó MÃES! SIM VÓS SOIS A DIVINA ÁRVORE
QUE ESTENDE UMA SOMBRA IMENSA.
VOSSOS FRUTOS CONTEM A DIVINA ESSÊNCIA
QUE IRÁ ALIMENTAR OUTRAS SEMENTES
QUE ALCANÇARÃO OS CICLOS BENÉFICOS
DA VIVÊNCIA PURIFICADA.

Ó MÃES!  Ó ALMAS DILETAS!
SOIS A VISÃO PURA DE TODOS OS POETAS!

Ó MÃES! ACEITAI ESTES VERSOS
ESTA MINHA HOMENAGEM
TÃO RUDE EM SUA LINGUAGEM
MAS FRUTO DO CORAÇÃO.